Plano de banda larga prevê atendimento a cem cidades até fim de 2010

Administrada pela Telebrás, rede nacional deverá cobrir 25 capitais em 2014, com 30.803 quilômetros de fibras ópticas.


Uma das metas do Plano Nacional de Banda Larga é chegar a cem municípios ainda em 2010, de acordo com o anúncio feito nesta quinta-feira (5/5) pela ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra.

A prioridade de fornecimento de acesso será para postos de governo nas áreas de educação, saúde e segurança, informou a equipe responsável pelo projeto durante o anúncio, na manhã de hoje.

Mas o coordenador do Programa de Inclusão Digital da Presidência da República, Cezar Alvarez, afirmou que existe a possibilidade de parcerias com o mercado, prestadoras, iniciativas locais, redes comunitárias e municipais, cooperativas, lan houses e telecentros.

Para cumprir a meta inicial, serão implantados backbones no Distrito Federal e em 15 capitais até o fim do ano. Eles formarão um circuito capaz de abranger 11.357 quilômetros de redes nas regiões Nordeste e Sudeste.

O governo quer que em 2014 essa estrutura seja ampliada para 25 capitais, o que elevaria a abrangência para 30.803 quilômetros de fibras ópticas.

A gestão dessa rede ficará sob responsabilidade da Telebrás. No lançamento do PNBL, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, reafirmou que a estatal não vai tomar o lugar da iniciativa privada, oferecendo serviços diretamente ao consumidor final. Só faremos isso nas localidades em que a iniciativa privada não tenha condições de atuar, disse.


Fonte Notícias: IDG NOW